26 de março de 2006

A Restauração de Israel




Enquanto as denominações do ocidente se gloriam de portarem a bandeira do cristianismo, suas ações e reações mostram o quanto estão equivocados em seus conceitos. Somente uma nação tem tido a honra de ter o SENHOR como o único Deus - ISRAEL. Olhando para o sistema religioso, percebe-se uma fábrica de dogmas e credos que produzem crentes mornos, com posturas irreverentes e contraditórias. O cristianismo era para ser a religião genuína que viria a substituir o judaismo, por possuir um conhecimento mais elevado, mas o resultado de lideranças corruptas e profanas produziu crentes fracos e incapacitados, incompetentes e idólatras. Dentre as multidões que preenchem a religião cristã, apenas uma pequena minoria permaneceu fiel a mensagem de Jesus Cristo. Em nossos dias, o evangelho se tornou uma ferramenta poderosa para se conhecer a verdade, mas em contrapartida, surgiu inúmeros falsos cristos e falsos profetas que comercializam a pregação das Escrituras.
Mas Deus está encerrando seu tempo com as igrejas gentias, tirando apenas os verdadeiros cristãos, para retornar a restaurar ISRAEL. Enquanto as igrejas desprezam a disciplina, a ética e a moral cristã, Israel se prepara para receber mais uma vez a vindicação divina como a única nação separada por Deus para servir ao SENHOR. O tempo dos gentios está se encerrando, enquanto Israel se torna uma potência mundial e se preparando para receber a visitação do Messias tão esperado.
Se as igrejas cristãs cuidassem em se defender com todas as suas forças a plenitude do Evangelho, talvez não haveria tantas guerras e destruições. Enquanto grupos de oposição se levantam contra a nação de Deus, o caos toma de conta de suas próprias casas. Talvez seja hora dos palestinos reconhecerem o quanto estão sendo manipulados por seus pastores, vivendo em condições deploráveis, enquanto seus líderes se exaltam de tanta riqueza desperdiçada. Que diferença faria para os palestinos se apostatarem da sua arcaica religião e se converterem ao judaísmo, passando a usufruir das bençãos derramadas por Deus aos Israelenses? Certamente teriam o privilégio de viverem em condições materiais mais elevadas. Trocam a paz pela guerra e recebem a fome como recompensa, fruto da miséria e exploração religiosa. O que importa mesmo é quando reconhecerem que somente em JESUS existe a única forma segura de paz e salvação. Da mesma forma que pastores e líderes religiosos do cristianismo procuram manipular seus membros, as outras forças religiosas fazem o mesmo, mas de onde virá o socorro?
ISRAEL
"Vós, todos os habitantes do mundo, e vós, os moradores da terra, quando se arvorar a bandeira nos montes, o vereis; e, quando se tocar a trombeta, o ouvireis". Isaías 18:3

"Assim diz o SENHOR: Eis que levantarei a mão para as nações e, ante os povos, arvorarei a minha bandeira; então, trarão os teus filhos nos braços, e as tuas filhas serão levadas sobre os ombros." Isaías 49:22

SALMOS 121.1-8 cantado em HEBRAICO



" Até quando verei a bandeira e ouvirei a voz da trombeta?" Jeremias 4:21

( Os judeus não pronunciam YHWH, e por isso substituem na música pelo nome HASHEM).

"Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro?
O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita.
O sol não te molestará de dia, nem a lua, de noite.
O SENHOR te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma.
O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre".
(Salmos 121)

Israel e a Restauração das doze tribos

O nome ISRAEL significa O Que Luta com Deus

1) Nome dado por Deus a Jacó - Gn 32.28.
2) Nome do povo composto das 12 tribos descendentes de Jacó - Êx 3.16.
3) Nome das dez tribos que compuseram o Reino do Norte, em contraposição ao Reino do Sul, chamado de Judá - 1Rs 14.19.
4) Designação de todo o povo de Deus, a Igreja - Gl 6.16.

Em Gênesis 35:10 está escrito: "E disse-lhe Deus: O teu nome é Jacó; não se chamará mais o teu nome Jacó, mas Israel será o teu nome. E chamou o seu nome Israel". O encontro de Jacó com Deus trouxe-lhe um novo nome, pois já não havia mais sentido chamá-lo de Jacó (trapaceiro) após sua real conversão, como citou Esaú: "Então, disse ele: Não foi o seu nome justamente chamado Jacó? Por isso, que já duas vezes me enganou: a minha primogenitura me tomou e eis que agora me tomou a minha bênção. E disse mais: Não reservaste, pois, para mim bênção alguma?" Gênesis 27:36
O nome judeu possui a mesma similaridade com Judas, que vendeu Jesus.

JACÓ - Enganador

1) Filho de Isaque e Rebeca e irmão gêmeo de Esaú (Gn 25.21-26). A Esaú cabia o direito de PRIMOGENITURA por haver nascido primeiro, mas Jacó comprou esse direito por um cozido (Gn 25.29-34). Jacó enganou Isaque para que este o abençoasse (Gn 27.1-41). Ao fugir de Esaú, Jacó teve a visão da escada que tocava o céu (Gn 27.42-28.22). Casou-se com Léia e Raquel, as duas filhas de Labão (Gn 29.1-30). Foi pai de 12 filhos e uma filha. Em Peniel lutou com o Anjo do Senhor, tendo recebido nessa ocasião o nome de ISRAEL (Gn 32). Para fugir da fome, foi morar no Egito, onde morreu (Gn 42-46; 49).

Os filhos de Israel (Jacó) tem um propósito real no cumprimento das profecias. Primeiro da linhagem de Adão até a restauração com Abraão. Isaque seria o filho prometido se não tivesse nascido Ismael precocemente. Então das doze tribos, Deus tiraria de Judá o filho que seria Rei (Leão) e de Benjamim, que seria o remanescente no último dia da restauração de tudo, conforme Atos 3:19-21.

JUDÁ

1) Quarto filho de Jacó e Lia (Gn 29.35). Aparece como líder entre os irmãos (Gn 37.26-27; 43.3-10; 44.16-34). Casou com mulher cananéia (Gn 38.1-1) e foi pai de gêmeos com Tamar, sua nora (Gn 38.12-30). Recebeu de Jacó a bênção do CETRO (Gn 49.8-12). Foi antepassado de Davi (Rt 4.12,18-22) e de Cristo (Mt 1.3).

2) Uma das 12 TRIBOS do povo de Israel, formada pelos descendentes de JUDÁ. Na divisão da terra, essa tribo recebeu a maior parte do sul da Palestina (Js 15.1-12,20-63).

3) Reino localizado no sul da Palestina. Foi formado quando as dez tribos do Norte se revoltaram contra Roboão e formaram o Reino de Israel sob o comando de Jeroboão I, em 931 a.C. (1Rs 12) v. o mapa OS REINOS DE ISRAEL E DE JUDÁ. Durou até 587 a.C., quando Jerusalém, sua capital, foi tomada e arrasada pelos babilônios, e o povo foi levado ao CATIVEIRO (1Rs 12-22; 2Cr 11-36).

4) Nome usado em Esdras (Ed 5.8; 9.9), Neemias (Ne 2.7) e Ageu (Ag 1.1,14; 2.2) a fim de indicar a PROVÍNCIA para onde os judeus voltaram depois do CATIVEIRO (v. JUDÉIA).

ORIGEM DAS DOZE TRIBOS DE ISRAEL E A SUA RESTAURAÇÃO

1 Crônicas 2: 1-2

Estes são os filhos de Israel: - Rúben (1) , - Simeão (2), - Levi (3), - Judá (4) , - Issacar (5), - Zebulom (6), - (7), - José (8), - Benjamim (9), - Naftali (10), - Gade (11) e - Aser (12).

Apocalipse 7:5-8

Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúben (1), doze mil; da tribo de Gade (11), doze mil; da tribo de Aser (12), doze mil; da tribo de Naftali (10), doze mil; da tribo de Manassés (no lugar de Dã - 7), doze mil; da tribo de Simeão (2), doze mil; da tribo de Levi (3), doze mil; da tribo de Issacar (5), doze mil; da tribo de Zebulom (6), doze mil; da tribo de José (8), doze mil; da tribo de Benjamim (9), doze mil.

Gênesis 35:22-26

E aconteceu que, habitando Israel naquela terra, foi Rúben e deitou-se com Bila, concubina de seu pai; e Israel soube-o. E eram doze os filhos de Jacó: os filhos de Léia: Rúben, o primogênito de Jacó, depois Simeão e Levi, Judá, Issacar e Zebulom; os filhos de Raquel: José e Benjamim; os filhos de Bila, serva de Raquel: Dã e Naftali;
os filhos de Zilpa, serva de Léia: Gade e Aser. Estes são os filhos de Jacó.

– A tribo de DÃ foi cortada por causa da idolatria, sendo substituída pelos filhos de Manassés. Trata-se de um problema espiritual, pois os sacerdotes de Manassés tiveram que substituir os de Dã.

Juízes 18:30 E os filhos de Dã levantaram para si aquela imagem de escultura, e Jônatas, filho de Gérson, o filho de Manassés, ele e seus filhos foram sacerdotes da tribo dos danitas, até ao dia do cativeiro da terra.

1 reis 12:28 Pelo que o rei tomou conselho, e fez dois bezerros de ouro, e lhes disse: Muito trabalho vos será o subir a Jerusalém; vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito.
29 E pôs um em Betel e colocou o outro em Dã.
30 E este feito se tornou em pecado, pois que o povo ia até Dã, cada um a adorar.
31 Também fez casa dos altos e fez sacerdotes dos mais baixos do povo, que não eram dos filhos de Levi.
32 E fez Jeroboão uma festa no oitavo mês, no dia décimo quinto do mês, como a festa que se fazia em Judá, e sacrificou no altar; semelhantemente, fez em Betel, sacrificando aos bezerros que fizera; também em Betel estabeleceu sacerdotes dos altos que fizera.

Amós 8: 14 Os que juram pelo delito de Samaria, dizendo: Como é certo viver o teu deus, ó Dã; e: Como é certo viver o caminho de Berseba; esses mesmos cairão e não se levantarão mais.

MANASSÉS

Josué 17:17 Então, Josué falou à casa de José, a Efraim e a Manassés, dizendo: Grande povo és e grande força tens; uma só sorte não terás;

1 Crônicas 5:23 E os filhos da meia tribo de Manassés habitaram naquela terra, de Basã até Baal-Hermom, e Senir, e o monte Hermom; e eles se multiplicaram.

1 Crônicas 9:3 Porém alguns dos filhos de Judá, e dos filhos de Benjamim, e dos filhos de Efraim e Manassés habitaram em Jerusalém:

Isaías 9:21 Manassés a Efraim, e Efraim a Manassés, e ambos eles serão contra Judá. Com tudo isto não se apartou a sua ira, mas ainda está estendida a sua mão.
Dos filhos que Jacó teve, somente esses dois eram filhos da mulher na qual ele amava, sendo portanto somente os dois irmãos legítimos (de pai e mãe).

"E Jacó habitou na terra das peregrinações de seu pai, na terra de Canaã. Estas são as gerações de Jacó: Sendo José de dezessete anos, apascentava as ovelhas com seus irmãos; e estava este jovem com os filhos de Bila e com os filhos de Zilpa, mulheres de seu pai; e José trazia uma má fama deles a seu pai. E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores." Gênesis 37:1-3
"os filhos de Raquel: José e Benjamim". Gênesis 35:24.

1 Samuel 9:21 Então, respondeu Saul e disse: Porventura, não sou eu filho de Benjamim, da menor das tribos de Israel? E a minha família, a menor de todas as famílias da tribo de Benjamim? Por que, pois, me falas com semelhantes palavras?
1 Samuel 17:12 E Davi era filho de um homem, efrateu, de Belém de Judá, cujo nome era Jessé, que tinha oito filhos; e, nos dias de Saul, era este homem já velho e adiantado na idade entre os homens.

BENJAMIM [Filho da Mão Direita]

1) Filho mais novo de JACÓ {Gn 35.18}.
2) Tribo dos descendentes de BENJAMIM (1) {Js 21.17}
José (um tipo de Cristo) nasceu em Betel:
"E aconteceu que, quando Raquel teve a José, disse Jacó a Labão: Deixa-me ir; que me vá ao meu lugar e à minha terra. Gênesis 30:25
BETEL [Casa de Deus]

1) Cidade cujo nome anterior era Luz e que ficava a mais ou menos 20 km ao norte de Jerusalém {Gn 28.19}. Em Betel foi construído o templo do Reino do Norte {1Rs 12.26-33}.

2) Cidade do Sul de Judá {1Sm 30.27}, chamada de Betul em {Js 19.4} e de Betuel em {1Cr 4.30}.

Veja que somente após terem saído de Betel (Casa de Deus) que nasceu Benjamim, assim como a Igreja cristã deveria estar fora da Palestina para que Benjamim pudesse nascer no último dia:
"Partiram de Betel, e, havendo ainda um pequeno espaço de terra para chegar a Efrata, teve um filho Raquel e teve trabalho em seu parto. E aconteceu que, tendo ela trabalho em seu parto, lhe disse a parteira: Não temas, porque também este filho terás. E aconteceu que, saindo-se-lhe a alma (porque morreu), chamou o seu nome Benoni; mas seu pai o chamou Benjamim." Gênesis 35: 16

Essa simbologia se refere a José sendo um tipo de Cristo e Benjamim como sendo o remanescente de Israel. José gerou dois filhos quando esteve no Egito ( Manasses e Efraim, sendo Manasses um tipo dos que continuariam sendo judeus, pois Judá rejeitou o messias e Efraim o Israel que estava se convertendo a Cristo). Todos estavam fora da terra prometida. Não existe Israel (doze tribos) fora da terra prometida.

Gênesis 41: 46 E José era da idade de trinta anos quando esteve diante da face de Faraó, rei do Egito. E saiu José da face de Faraó e passou por toda a terra do Egito.
(Jesus foi batizado com trinta anos – Lucas 3:23)

50 E nasceram a José dois filhos (antes que viesse o ano de fome), que lhe deu Asenate, filha de Potífera, sacerdote de Om.
51 E chamou José o nome do primogênito Manassés, porque disse:
Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho e de toda a casa de meu pai.
52 E o nome do segundo
chamou Efraim, porque disse: Deus me fez crescer na terra da minha aflição.

Uma vez fora de Canaã (terra prometida), José passou a governar sobre o Egito (mundo gentio) e os dez filhos de Jacó que representam as dez virgens desceram para o Egito em busca de alimento. Está escrito:
Assim diz o Senhor dos Exércitos: Naquele dia sucederá que pegarão dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla do vestido de um judeu, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está contigo.
Zacarias 8:23

Gênesis 41:1 Vendo, então, Jacó que havia mantimento no Egito, disse Jacó a seus filhos: Por que estais olhando uns para os outros?
2 Disse mais: Eis que tenho ouvido que há mantimento no Egito; descei até lá e comprai-nos trigo, para que vivamos e não morramos.
3 Então, desceram os dez irmãos de José, para comprarem trigo no Egito.
4 A Benjamim, porém, irmão de José, não enviou Jacó com os seus irmãos, porque dizia: Para que lhe não suceda, porventura, algum desastre.
5 Assim, vieram os filhos de Israel para comprar, entre os que vinham lá; porque havia fome na terra de Canaã.
6 José, pois, era o governador daquela terra; ele vendia a todo o povo da terra; e os irmãos de José vieram e inclinaram-se ante ele com a face na terra.
8 José, pois, conheceu os seus irmãos; mas eles não o conheceram.

Gênesis 42:29 E vieram para Jacó, seu pai, na terra de Canaã; e contaram-lhe tudo o que lhes aconteceu, dizendo:
30 O varão, o senhor da terra, falou conosco asperamente e tratou-nos como espias da terra.
31 Mas dissemos-lhe: Somos homens de retidão; não somos espias;
32 somos doze irmãos, filhos de nosso pai; um não é mais, e o mais novo está hoje com nosso pai na terra de Canaã.

Das doze tribos que formavam Israel até os dias de Salomão, dez permaneceu sendo chamada de Israel ou Efraim (filho mais novo de José), uma se tornou um reino independente chamado Judá, donde procedeu o termo judeus e a menor das tribos, chamada Benjamim. Israel (as dez tribos) foi disperso para os quatro cantos da terra e nunca retornou para a palestina:

2 Reis 17:21 Porque, depois que o Senhor rasgou a Israel da casa de Davi, e eles fizeram rei a Jeroboão, filho de Nebate, Jeroboão apartou a Israel de seguir o SENHOR e os fez pecar um grande pecado.
22 Assim, andaram os filhos de Israel em todos os pecados que Jeroboão tinha feito; nunca se apartaram deles.
23 Até que o SENHOR tirou a Israel de diante da sua presença, como falara pelo ministério de todos os seus servos, os profetas; assim, foi Israel transportado da sua terra à Assíria, onde permanece até ao dia de hoje.

Somente Judá e Benjamim retornaram para Jerusalém após o cativeiro. Da mesma forma que a Babilônia levou judá cativo, Roma também expulsou e perseguiu a Igreja cristã, que nunca retornou para a Palestina.
O profeta Daniel relatou que o tempo em que Deus restauraria Israel seria de setenta semanas (7x70), contados a partir do seu tempo, quando estava na Babilônia (Daniel 9:24-27), conforme profetizou Jeremias. Por isso esse tempo foi dividido em três: um tempo, tempos e metade de um tempo.
O primeiro tempo, tempos e metade de um tempo se deu literalmente dos dias de Neemias até o dia em que Jesus foi batizado, concluindo 483 anos. com Jesus se cumpriu a metade de um tempo (três anos e meio) e ficou restando para se cumprir mais três anos e meio para a total Restauração do Reino de Deus. A Nova Aliança que começou nos dias apostólicos se divide em sete tempos, ou sete eras da igreja. Os tempos anteriores ao cristianismo são contados como um tempo a partir do início do Quarto Reino, ou seja, Roma. Quando se iniciou um tempo, depois sete tempos com as sete igrejas e restando somente a metade de um tempo, no período da grande tribulação, de três anos e meio, como foi nos dias de Jesus. Então o tempo se completa e o Milênio é estabelecido na Terra.


Esdras 1:5 Então, se levantaram os chefes dos pais de Judá e Benjamim, e os sacerdotes, e os levitas, com todos aqueles cujo espírito Deus despertou, para subirem a edificar a Casa do SENHOR, que está em Jerusalém.
Da mesma forma que Israel saiu do Egito com uma grande multidão de pessoas de diversas religiões, nos dias de Neemias retornou uma multidão de pessoas, mas só duas tribos foram registradas. Como a semente original dos filhos de Israel foi misturada com a semente das outras nações, gerando filhos estranhos, assim como Ismael de Isaque, Efraim e Manassés de José com sua mulher gentia. Observe que as Escrituras estão se referindo a linhagem especialmente dos sacerdotes, mas se referia a todos da casa de Judá e de Benjamim.
Êxodo 12:38 E subiu também com eles uma mistura de gente, e ovelhas, e vacas, uma grande multidão de gado.

Assim como Israel, quando esteve disperso, fora da terra prometida, geraram filhos, nós que somos cristãos, também temos a semente de Abraão, de Adão e portanto somos filhos de Deus hereditariamente (Deuteronômio 4:20), mesmo estando fora da terra prometida. Para isso, é claro, deve-se crer nos profetas, pois Abraão era um profeta e sua descendência hereditária original também seria.
Esdras 10:16 E assim o fizeram os que tornaram do cativeiro; e apartaram-se o sacerdote Esdras e os homens, cabeças dos pais segundo a casa de seus pais, e todos pelos seus nomes; e assentaram-se no primeiro dia do décimo mês, para inquirirem neste negócio.
17 E acabaram de tratar com todos os homens que casaram com mulheres estranhas, até ao primeiro dia do primeiro mês.
18 E acharam-se dos filhos dos sacerdotes que casaram com mulheres estranhas: dos filhos de Jesua, filho de Jozadaque, e seus irmãos, Maaséias, e Eliézer, e Jaribe, e Gedalias.
19 E deram-se as mãos, prometendo que despediriam suas mulheres, e, achando-se culpados, ofereceram um carneiro do rebanho pelo seu delito.

44 Todos estes tinham tomado mulheres estranhas; e alguns deles tinham mulheres de quem alcançaram filhos.

Jeremias 51:19 Não é semelhante a estes a porção de Jacó, porque ele é o Criador de todas as coisas, e Israel é a tribo da sua herança; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome.

Neemias 1:7 De todo nos corrompemos contra ti e não guardamos os mandamentos, nem os estatutos, nem os juízos que ordenaste a Moisés, teu servo.
8 Lembra-te, pois, da palavra que ordenaste a Moisés, teu servo, dizendo: Vós transgredireis, e eu vos espalharei entre os povos.
9 E vós vos convertereis a mim, e guardareis os meus mandamentos, e os fareis; então, ainda que os vossos rejeitados estejam no cabo do céu, de lá os ajuntarei e os trarei ao lugar que tenho escolhido para ali fazer habitar o meu nome.

Neemias 11:1 E os príncipes do povo habitaram em Jerusalém, mas o resto do povo lançou sortes para tirar um de dez, para que habitasse na santa cidade de Jerusalém, e as nove partes, nas outras cidades.

Neemias 13: 23 Vi também, naqueles dias, judeus que tinham casado com mulheres asdoditas, amonitas e moabitas.
24 E seus filhos falavam meio asdodita e não podiam falar judaico, senão segundo a língua de cada povo.
25 E contendi com eles, e os amaldiçoei, e espanquei alguns deles, e lhes arranquei os cabelos, e os fiz jurar por Deus, dizendo: Não dareis mais vossas filhas a seus filhos e não tomareis mais suas filhas, nem para vossos filhos nem para vós mesmos.
26 Porventura, não pecou nisso Salomão, rei de Israel, não havendo entre muitas nações rei semelhante a ele, e sendo amado de seu Deus, e pondo-o Deus rei sobre todo o Israel? E, contudo, as mulheres estranhas o fizeram pecar.
27 E dar-vos-íamos nós ouvidos, para fazermos todo este grande mal, prevaricando contra o nosso Deus, casando com mulheres estranhas?

Como nos dias de Jesus, Judá rejeitou o messias e foi rasgado no meio, sendo uma parte dispersa para os quatro cantos da terra e se misturando com os cristãos e outra permaneceu ortodoxa, assim como Israel nos dias de Roboão. Em Jerusalém ficou restando apenas um pequeno remanescente de Benjamim e judeus pobres até os nossos dias. Muitos desses estão vivendo entre os árabes como os samaritanos, esperando a manifestação do Messias, que será pregado pelos dois profetas primeiro.

Jeremias 40:7 Ouvindo, pois, todos os príncipes dos exércitos que estavam no campo, eles e os seus homens, que o rei da Babilônia tinha posto sobre a terra a Gedalias, filho de Aicão, e que lhe havia confiado os homens, e as mulheres, e os meninos, e os mais pobres da terra, que não foram levados cativos para a Babilônia,

O livro de Ester mostra o que sobrou dos judeus, nos dias do segundo reino que dominou sobre a terra (Medos-Persas – Daniel 2:37). Esse nome ficou associado a Israel, mas na verdade era Manasses que estava no mundo gentio. Efraim é o nome representativo das dez tribos no mundo gentio (fora da terra prometida).

Ester 10: 2 E todas as obras do seu poder e do seu valor e a declaração da grandeza de Mardoqueu, a quem o rei engrandeceu, porventura, não estão escritas no livro das crônicas dos reis da Média e da Pérsia?
3 Porque o judeu Mardoqueu foi o segundo depois do rei Assuero, e grande para com os judeus, e agradável para com a multidão de seus irmãos, procurando o bem do seu povo e trabalhando pela prosperidade de toda a sua nação.

Em Apocalipse 7 Deus mostra a restauração dessas doze tribos, que serão tiradas da semente original de Benjamim no último dia, quando dois profetas (Moisés e Elias) pregarão a lei e os profetas para os 144 mil (somente os homens, pois sendo o homem "cabeça" da tribo não pode ser contado com as mulheres e crianças), conforme Zacarias 12. Eles (os dois profetas) pregarão por três anos e meio (Apocalipse 11:1-14) na Palestina enquanto o resto da terra estará sendo totalmente destruída;

Zacarias 13:8-9 E acontecerá em toda a terra, diz o SENHOR, que as duas partes dela serão extirpadas e expirarão; mas a terceira parte restará nela. E farei passar essa terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro; ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O SENHOR é meu Deus.
Zacarias 12:6-7 Naquele dia, porei os chefes de Judá como uma brasa ardente debaixo da lenha e como um facho entre as gavelas; e à direita e à esquerda eles consumirão a todos os povos em redor, e Jerusalém será habitada outra vez no seu próprio lugar, mesmo em Jerusalém. E o SENHOR primeiramente salvará as tendas de Judá, para que a glória da casa de Davi e a glória dos habitantes de Jerusalém não sejam exaltadas acima de Judá.

Após a crucificação e a ressurreição de Jesus, o evangelho deveria ser pregado em todas as nações, não para salvar o mundo inteiro, mas somente a semente de Abraão que estava espalhada em todo o mundo:

João 10:16 Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor.

Essas ovelhas que Jesus se referia era a casa de Israel e parte de Judá que estava perdida e que Deus traria de uma por uma, como na parábola das cem ovelhas. Deus resgataria dentre os gentios as dez tribos de Israel, mas em dois tempos, como na parábola das dez virgens:
Mateus 25:1-2 Então, o Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco, loucas.

A semelhança entre essas virgens loucas e prudentes pode ser vista também quando Israel (ainda doze tribos) saía do Egito, quando foram divididas as tribos em dois grupos: seis que abençoavam e seis que amaldiçoavam, no caso da igreja cristã, cinco dessas tribos são prudentes e cinco são virgens loucas (crentes imprudentes), mas que não receberam a marca da besta (Apocalipse 13:8):

Deuteronômio 27:12-13 Quando houverdes passado o Jordão, estes estarão sobre o monte Gerizim, para abençoarem o povo: Simeão, e Levi, e Judá, e Issacar, e José, e Benjamim. E estes estarão, para amaldiçoar, sobre o monte Ebal: Rúben, e Gade, e Aser, e Zebulom, e Dã, e Naftali.

Apesar de Judá e Benjamim estarem no mesmo monte que abençoam, quando Jesus mandou que o evangelho fosse pregado, ele estava buscando somente as dez tribos, pois o remanescente de Judá deveria retornar em 1947 (Isaías 49:12e 22; 602-8) encontrando-se com o remanescente de Benjamim que nunca tinha saído de Jerusalém, pois seria a tribo que os receberia. Como se pode ver através do apóstolo Paulo (que antes era Saulo), pregou para os fariseus, sendo ele da tribo de Benjamim, como uma referência de um reinado espiritual que sobrepujaria o de Saul, que também era da tribo de Benjamim. De Judá viria o messias e de Benjamim o reino.
Romanos 11:1 Digo, pois: porventura, rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum! Porque também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim.

Isaías 19:18 Naquele tempo, haverá cinco cidades na terra do Egito que falarão a língua de Canaã e farão juramento ao SENHOR dos Exércitos; e uma se chamará Cidade da Destruição.

Dessas dez virgens, cinco (prudentes) serão transformadas num abrir e fechar de olhos ante a última trombeta (sétima trombeta - Laodicéia) e subirão juntamente com os que ressuscitarem em Cristo pertencentes a essas tribos, que morreram depois de Cristo. As outras cinco (loucas), serão salvas (Isaías 35:8), mas não desfrutarão do milênio, pois morrerão durante a grande tribulação. Serão julgadas no dia do juízo final (Apocalipse 20:11). A ressurreição profetizada por Daniel se divide em dois tempos (Daniel 12:1-2). A primeira com a Segunda vinda de Cristo e a segunda será após o milênio, como está escrito:

Apocalipse 20:1 E vi descer do céu um anjo que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão.
2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.
3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que mais não engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.
4 E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos.
5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.
6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos.
7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão
8 e sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha.

Após a saída da igreja com a segunda vinda de Cristo, dois terços da terra será totalmente destruída em três anos e meio e restará somente uma terça parte, que fica justamente em Jerusalém, na Palestina:

Zacarias 12:9 E acontecerá, naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém.
10 E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e o prantearão como quem pranteia por um unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.
11 Naquele dia, será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megido.
12 E a terra pranteará, cada linhagem à parte; a linhagem da casa de Davi, à parte, e suas mulheres, à parte, e a linhagem da casa de Natã, à parte, e suas mulheres, à parte;
13 a linhagem da casa de Levi, à parte, e suas mulheres, à parte; a linhagem de Simei, à parte, e suas mulheres, à parte.
14 Todas as mais linhagens, cada linhagem, à parte, e suas mulheres, à parte.
Zacarias 13:1 Naquele dia, haverá uma fonte aberta para a casa de Davi e para os habitantes de Jerusalém, contra o pecado e contra a impureza.
2 E acontecerá, naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, que tirarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas e o espírito da impureza.
3 E será que, quando alguém ainda profetizar, seu pai e sua mãe, que o geraram, lhe dirão: Não viverás, porque mentirosamente falaste em nome do SENHOR; e seu pai e sua mãe, que o geraram, o traspassarão quando profetizar.
4 E acontecerá, naquele dia, que os profetas se envergonharão, cada um da sua visão, quando profetizarem; nem mais se vestirão de manto de pêlos, para mentirem.
5 Mas dirão: Não sou profeta, sou lavrador da terra; porque tenho sido servo desde a minha mocidade.
6 E, se alguém lhe disser: Que feridas são essas nas tuas mãos?, dirá ele: São as feridas com que fui ferido em casa dos meus amigos.
7 Ó espada, ergue-te contra o meu Pastor e contra o varão que é o meu companheiro, diz o SENHOR dos Exércitos; fere o Pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas; mas volverei a minha mão para os pequenos.
8 E acontecerá em toda a terra, diz o SENHOR, que as duas partes dela serão extirpadas e expirarão; mas a terceira parte restará nela.
9 E farei passar essa terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro; ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O SENHOR é meu Deus.

Esse será o momento em que Deus se volta para o remanescente de Israel, que será tirada da tribo de Benjamim, pois o próprio Judá será enxertado em Benjamim, assim como uma parte foi enxertado nos cristãos (Romanos 11:17-24). Dessa forma, assim como José se deu a conhecer seus irmãos, o próprio Jesus se dará a conhecer aos seus irmãos que o crucificaram:

Gênesis 43:29 E ele levantou os olhos, e viu a Benjamim, seu irmão, filho de sua mãe, e disse: Este é o vosso irmão mais novo, de quem me falastes? Depois, ele disse: Deus te abençoe, meu filho.
30 E José apressou-se, porque o seu íntimo moveu-se para o seu irmão; e procurou onde chorar, e entrou na câmara, e chorou ali.

Os dois profetas (Moisés e Elias) anunciarão a Restauração do Reino de Deus para a tribo de Benjamim (pois os judeus que retornaram em 1947, os que forem verdadeiros descendentes, serão enxertados em Benjamim).

Romanos 9:6 Não que a palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel são israelitas;
7 nem por serem descendência de Abraão são todos filhos; mas: Em Isaque será chamada a tua descendência.
8 Isto é, não são os filhos da carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa são contados como descendência.

Apocalipse 11:1 E foi-me dada uma cana semelhante a uma vara; e chegou o anjo e disse: Levanta-te e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele adoram.
2 E deixa o átrio que está fora do templo e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a Cidade Santa por quarenta e dois meses.
3 E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de pano de saco. (MATEUS 17:3)
4 Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.
5 E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca e devorará os seus inimigos (ELIAS); e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto.
6 Estas têm poder para fechar o céu, para que não chova nos dias da sua profecia (ELIAS); e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue e para ferir a terra com toda sorte de pragas (MOISÉS), quantas vezes quiserem.
7 E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e as vencerá, e as matará.
8 E jazerá o seu corpo morto na praça da grande cidade que, espiritualmente, se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado.
9 E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seu corpo morto por três dias e meio, e não permitirão que o seu corpo morto seja posto em sepulcros.
10 E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra.
11 E, depois daqueles três dias e meio, o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre os pés, e caiu grande temor sobre os que os viram.
12 E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi cá. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram.
13 E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados e deram glória ao Deus do céu.

Apocalipse 12: 13 E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o varão
.(A IGREJA QUE GEROU CRISTO – O Dragão entrou na terra através do nascimento de Caim e seu reino foi desde Eva até Maria. O Dragão, que era Satanás, entrou na serpente para gerar o filho do diabo – Caim. Depois disso ainda permaneceu no céu até que Cristo fosse crucificado, quando Satanás foi derrotado (Isaias 14) sendo expulso do céu e passou a perseguir a Igreja).
14 E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. (FUTURO – Tempo do reinado da Babilônia como sendo o quarto reino, ou seja, um tempo – início do quarto reino: Roma, tempos – sete tempos: do pentecostes até a segunda vinda de Cristo que se divide em sete eras, com as sete trombetas e as sete taças e metade de um tempo – ultima metade das setenta semanas de Daniel com os dois profetas pregando em Jerusalém por três anos e meio, assim como Cristo pregou por três anos e meio em Jerusalém).
15 E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar.(DEPOIS DOS DIAS DE JESUS – Essa mulher não se trata de Maria, mas uma mulher espiritual que é a Igreja.)
16 E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a boca e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca.
17 E o dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo.

O quarto reino que emergiu do mar era o reino de Roma:

Daniel 7:2-3 Falou Daniel e disse: Eu estava olhando, na minha visão da noite, e eis que os quatro ventos do céu combatiam no mar grande. E quatro animais grandes, diferentes uns dos outros, subiam do mar.

Roma perdeu seu domínio político e teve seu reino dividido para os quatro ventos (Daniel 11:2-4). Então se tornou Roma papal, quando veio com a semelhança de cordeiro (religião – imitava Cristo, o Cordeiro de Deus), mas falava mentiras como Satanás. O reino do norte é uma imitação das dez tribos de Israel e o reino do sul das duas tribos, Judá e Benjamim. Dessa forma foi criado o sistema chamado cristianismo por Roma.

Apocalipse 13:11 E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão.
O reino da Besta se divide em um tempo (Besta que emergiu do mar como Roma), tempos (sete tempos – para este reino teria os sete reis ou sete montes - Apocalipse 17:8-11 , para a igreja seria sete eras ou sete trombeta e sete taças) e a metade de um tempo (Apocalipse 12:14), quando acontecerá juntamente com os três anos e meio dos dois profetas (Apocalipse 11:3)
Dessas doze tribos, que era contado somente o homem (pois as mulheres e os filhos deveriam ser contados somente com a casa na qual pertencia, como no caso de Maria – mãe de Jesus – que era contada como da casa de Judá por causa de José – Lucas 3:23) são os que nascerão depois da grande tribulação, filhos dos 144 mil. Mas eles não serão imortais como aqueles que foram transformados durante a segunda vinda de Cristo. Serão apenas doze nações restauradas durante o milênio.

Apocalipse 7: 4 E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel.
5 Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúben, doze mil; da tribo de Gade, doze mil;
6 da tribo de Aser, doze mil; da tribo de Naftali, doze mil; da tribo de Manassés, doze mil;
7 da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Levi, doze mil; da tribo de Issacar, doze mil;
8 da tribo de Zebulom, doze mil; da tribo de José, doze mil; da tribo de Benjamim, doze mil.

Após estarem novamente reunidos os 144 mil (veja que suas esposas e filhos são contados como se fossem somente um, pois a descendencia esta no marido), então Jesus descerá pela terceira vez para se dá a conhecer aos seus irmãos que o crucificaram, restabelecendo o período de mil anos sobre a terra, onde nós que formos transformados, reinaremos com Cristo e os 144 mil serão as doze nações que habitarão ao redor de Jerusalém.
Gênesis 45:1 Então, José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele; e clamou: Fazei sair daqui a todo varão; e ninguém ficou com ele quando José se deu a conhecer a seus irmãos.
2 E levantou a sua voz com choro, de maneira que os egípcios o ouviam, e a casa de Faraó o ouviu.
3 E disse José a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque estavam pasmados diante da sua face.
4 E disse José a seus irmãos: Peço-vos, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então, disse ele: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito.
5 Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque, para conservação da vida, Deus me enviou diante da vossa face.
12 E eis que vossos olhos vêem, e os olhos de meu irmão Benjamim, que é minha boca que vos fala.
13 E fazei saber a meu pai toda a minha glória no Egito e tudo o que tendes visto; e apressai-vos a fazer descer meu pai para cá.
14 E lançou-se ao pescoço de Benjamim, seu irmão, e chorou; e Benjamim chorou também ao seu pescoço.
15 E beijou todos os seus irmãos e chorou sobre eles; e, depois, seus irmãos falaram com ele.
Êxodo 12:40 O tempo que os filhos de Israel habitaram no Egito foi de quatrocentos e trinta anos.

Uma vez estabelecido o período de mil anos (milênio), quando Satanás estiver preso circunstancialmente, os únicos que restaram vivos sobre a terra, pois os demais serão todos mortos (Apocalipse 19:21), serão pessoas normais, sujeitos a morte e gerarão filhos normalmente, dependerão de casas e precisarão se alimentar. Diferentemente dos que foram arrebatados nos dias da voz do sétimo anjo, quando todos que foram transformados serão como Cristo, ou seja, imortais. E não será necessário telhado para proteger do frio, do sol, não precisarão trabalhar para se alimentar, não podem mais morrer de fome, não casam e não dão em casamento (Lucas 20:35-36), etc..

Por isso Isaías disse acerca do milênio (o sétimo dia ou sábado – Hebreus 4:9):

Isaías 65:17 Porque eis que eu crio céus novos e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.
18 Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém alegria e para o seu povo, gozo.
19 E folgarei em Jerusalém e exultarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor.
20 Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o jovem morrerá de cem anos, mas o pecador de cem anos será amaldiçoado.
21 E edificarão casas e as habitarão; plantarão vinhas e comerão o seu fruto.
22 Não edificarão para que outros habitem, não plantarão para que outros comam, porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos até à velhice.
23 Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação, porque são a semente dos benditos do SENHOR, e os seus descendentes, com eles.
24 E será que, antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.
25 O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e o pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR.

Como os que forem transformados a morte não tem mais poder, então nós os que estivermos com o Senhor Jesus, seremos como ele é, ou seja, imortais. Quanto a descendência de benjamim, será restaurado novamente o reino de Deus na terra como pretendia os discípulos, quando fizeram a escolha de Matias para ocupar o lugar de Judas:

Atos 1: 26 E, lançando-lhes sortes, caiu a sorte sobre Matias. E, por voto comum, foi contado com os onze apóstolos.


A RESTAURAÇÃO DE ISRAEL

Deuteronômio 33:28 Israel, pois, habitará só e seguro, na terra da fonte de Jacó, na terra de cereal e de mosto; e os seus céus gotejarão orvalho.

Será diferente da outra vez em que Israel se misturou com as demais nações pagãs. O pecado começou a dividir as tribos e quase Benjamim foi totalmente destruído, como no período depois de Cristo, quando o remanescente de Israel quase foi destruído:

Juízes 1:21 Porém os filhos de Benjamim não expeliram os jebuseus que habitavam em Jerusalém; antes, os jebuseus habitaram com os filhos de Benjamim em Jerusalém até ao dia de hoje.

Juízes 20:18 E levantaram-se os filhos de Israel, e subiram a Betel, e perguntaram a Deus, e disseram: Quem dentre nós subirá primeiro a pelejar contra Benjamim? E disse o SENHOR: Judá subirá primeiro.
Juízes 20:20 E os homens de Israel saíram à peleja contra Benjamim; e ordenaram os homens de Israel contra eles a peleja ao pé de Gibeá.
Juízes 20:21 Então, os filhos de Benjamim saíram de Gibeá e derribaram por terra, naquele dia, vinte e dois mil homens de Israel.
Juízes 20:23 E subiram os filhos de Israel, e choraram perante o SENHOR até à tarde, e perguntaram ao SENHOR, dizendo: Tornar-me-ei a chegar à peleja contra os filhos de Benjamim, meu irmão? E disse o SENHOR: Subi contra ele.

Juízes 20:48 E os homens de Israel voltaram para os filhos de Benjamim, e os feriram a fio de espada, desde os homens da cidade até aos animais, tudo quanto ali se achava, e também a todas as cidades quantas se acharam puseram a fogo.
Juízes 21:6 E arrependeram-se os filhos de Israel acerca de Benjamim, seu irmão, e disseram: Cortada é hoje de Israel uma tribo.

Juízes 21:17 Disseram mais:
A herança dos que ficaram de resto é de Benjamim, e nenhuma tribo de Israel deve ser destruída.
Juízes 21:23 E os filhos de Benjamim o fizeram assim e levaram mulheres conforme o número deles, das que arrebataram dos ranchos que dançavam; e foram-se, e voltaram à sua herança, e reedificaram as cidades, e habitaram nelas.

1 Crônicas 9:3 Porém alguns dos filhos de Judá, e dos filhos de Benjamim, e dos filhos de Efraim e Manassés habitaram em Jerusalém:

15 O rei, pois, não deu ouvidos ao povo, porque esta revolta vinha do SENHOR, para confirmar a palavra que o SENHOR tinha dito pelo ministério de Aías, o silonita, a Jeroboão, filho de Nebate.
16 Vendo, pois, todo o Israel que o rei não lhe dava ouvidos, tornou-lhe o povo a responder, dizendo: Que parte temos nós com Davi? Não há para nós herança no filho de Jessé. Às tuas tendas, ó Israel! Provê, agora, à tua casa, ó Davi. Então, Israel se foi às suas tendas.
17 No tocante, porém, aos filhos de Israel que habitavam nas cidades de Judá, sobre eles reinou Roboão.

1 Reis 12:21 Vindo, pois, Roboão a Jerusalém, ajuntou toda a casa de Judá e a tribo de Benjamim, cento e oitenta mil escolhidos, destros para a guerra, para pelejar contra a casa de Israel, para restituir o reino a Roboão, filho de Salomão.
22 Porém veio a palavra de Deus a Semaías, homem de Deus, dizendo:
23 Fala a Roboão, filho de Salomão, rei de Judá, e a toda a casa de Judá, e a Benjamim, e ao resto do povo, dizendo:
24 Assim diz o SENHOR: Não subireis, nem pelejareis contra vossos irmãos, os filhos de Israel; volte cada um para a sua casa, porque eu é que fiz esta obra. E ouviram a palavra do SENHOR e voltaram segundo a palavra do SENHOR.

Crônicas 15:8 Ouvindo, pois, Asa estas palavras e a profecia do profeta, filho de Obede, esforçou-se e tirou as abominações de toda a terra de Judá e de Benjamim, como também das cidades que tomara nas montanhas de Efraim; e renovou o altar do SENHOR, que estava diante do Pórtico do SENHOR.

2 Crônicas 15:9 E ajuntou a todo o Judá, e Benjamim, e, com eles, os estrangeiros de Efraim, e de Manassés, e de Simeão, porque de Israel vinham a ele em grande número, vendo que o SENHOR, seu Deus, era com ele.
2 Crônicas 31:1 E, acabando tudo isso, todos os israelitas que ali se achavam saíram às cidades de Judá e quebraram as estátuas, cortaram os bosques e derribaram os altos e altares por todo o Judá e Benjamim, como também em Efraim e Manassés, até que tudo destruíram; então, tornaram todos os filhos de Israel, cada um para sua possessão, para as cidades deles.

Esdras 1: 5 Então, se levantaram os chefes dos pais de Judá e Benjamim, e os sacerdotes, e os levitas, com todos aqueles cujo espírito Deus despertou, para subirem a edificar a Casa do SENHOR, que está em Jerusalém.

Citações bíblicas tirada da versão ALMEIDA REVISTA E CORRIGIDA - SBB

Nenhum comentário: