1 de setembro de 2015

Ordenação temática

Porque em casa nenhuma morei, desde o dia em que fiz subir a Israel até ao dia de hoje;
mas fui de tenda em tenda, e de tabernáculo em tabernáculo.
Porque em casa nenhuma habitei desde o dia em que fiz subir os filhos de Israel do Egito
até ao dia de hoje; mas andei em tenda e em tabernáculo.

O Senhor nosso Deus sempre tem visitado o seu povo pessoalmente e de alguma forma sempre tem se revelado através da Sua Palavra, de Tabernáculo em Tabernáculo até chegar em nossos dias. Assim como foi no passado, assim é em nossos dias e o som da Voz de Deus se faz ecoar na Terra indo ao encontro dos escolhidos entre os muitos chamados.


Visando uma melhor explicitação temática e atualização dos tópicos abordados nesse blog, os conteúdos de relevância eclesiástica da Igreja Evangélica Ortodoxa Tabernáculo de Cristo passará a ser disponibilizados na página própria da nossa igreja, sendo que os assuntos referentes ao APOCALIPSE ficarão centralizados nesse blog para facilitar a compreensão do que estamos abordando.
 
 
 
A Última Trombeta
 

 
O Livro de Apocalipse, que aparentemente era tão misterioso e sem dar condições de ser compreendido intelectualmente até meados do século passado, nos foi REVELADO de forma profética e agora podemos abrir o Livro Sagrado e compreender com mais eficácia sua Mensagem. A princípio, para melhor recepção temática, vamos recomeçar com a SÉTIMA TROMBETA que é o tempo em que estamos vivendo. Jesus vem no tempo da sétima trombeta - que é a última - quando esta começa a tocar uma Mensagem para preparar as dez tribos de Israel que se encontra entre os gentios para a Segunda Vinda de Cristo.

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.
Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

Nesse texto a trombeta é citada por último, tendo o alarido primeiro e a voz de arcanjo depois até que nós todos seremos transformados. Já em 1 Coríntios 15 o mesmo Jesus voltará para buscar o seu povo no rapto ou como realmente está escrito: no arrebatamento da Igreja Noiva, tendo na sequência ordinal a Trombeta soando primeiro por um tempo determinado e depois os mortos serão ressuscitados e depois todos serão transformados. Jesus não disse que viria ao toque de imediato, mas após o término do último toque, pois há uma sequência de eventos que devem se cumprir nesse tempo, pois disse que enviaria seus anjos com rijo clamor de trombeta para cumprir o sexto selo (Apocalipse 6.12-17).

E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.
Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.
Mateus 24:29-31

Jesus tem enviado o seu Espírito Consolador - que é o Espírito Santo - ou Espírito QUE É SANTO para a sua Igreja que se encontra no meio dos gentios nos quatro cantos da Terra, para ajuntar os seus escolhidos. Esse ajuntamento tem se dado desde a primeira trombeta na primeira era da igreja nos quatro cantos da terra e no toque da última trombeta, então os mortos em Cristo das eras passadas serão ressuscitados e TODOS serão transformados no tempo dessa sétima trombeta.

Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

A Segunda Vinda de Cristo se dá com o TOQUE DA ÚLTIMA TROMBETA anunciando sua volta através de um SOM que somente será conhecido dos eleitos, que hão de herdar a vida eterna. O mundo, nesse tempo, continua com suas heresias e corrupção, sem conhecer o som, ouvindo apenas o clamor generalizado do avivamento, mas sem compreender a significância do som e os eventos finais que acontece entre os gentios.

A trombeta, assim como um violão, piano ou qualquer outro instrumento musical, até então, antes da eletricidade, para tocar era necessário que alguém fizesse isso. Mesmo em nossos dias, para um instrumento musical tocar, é necessário que uma pessoa venha a fazer isso, por qualquer meio que seja, de forma que o instrumento como a trombeta, para tocar, precisa de um ESPÍRITO, que no caso da SÉTIMA TROMBETA, quem toca esse som é um anjo - ou melhor - o sétimo anjo. A trombeta deve soar o sonido certo, para ser conhecido pelos que estão preparados para compreender sua voz, como está escrito:

Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha? 1 Coríntios 14:8

No caso específico da trombeta citada no Apocalipse em geral se refere não a um som qualquer, mas o som de uma voz, cujo som é perceptível para os que estão habilitados para compreender sua significância:

Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta,  Apocalipse 1:10

Apesar de que a historicidade possa afirma que outras nações tenham usado trombetas para anunciar a vinda de reis, ou preparar os soldados para a guerra e outras significância solene como as festas, as sete trombetas bíblica se dirigem exclusivamente ao povo de Israel, que são as doze tribos. Certamente cada nação teve seu som segundo sua cultura, assim como o som da trombeta para Israel tinha grande relevância.
Esse Israel arcaico que existiu desde o Jacó e que posteriormente passou a ser o nome da nação sacerdotal tirada do Egito, teve na Nova Aliança seu nome mudado para Cristo há dois mil anos atrás e deixou de existir como nação para ser novamente um povo peregrino, por terem deixado o seu Deus para servir homens. Por isso deixaram de ouvir o som da trombeta, ou desaprenderam até que a pregação do Evangelho de Jesus foi ao encontro de cada um até chegar em nossos dias. O novo nome de Israel passou a ser Cristo e novamente o som da trombeta voltou a ser soado na Terra, saindo de Jerusalém até chegar nos confins da Terra.

Também pus atalaias sobre vós, dizendo: Estai atentos ao som da trombeta; mas dizem: Não escutaremos. Jeremias 6:17

Por não escutarem o som da trombeta, passaram a imitar as nações e foram dispersos. A princípio, o reino de Israel foi dividido em dois reinos após o fim do reinado de Salomão, ficando o Reino do Norte com o nome de Israel com as dez tribos e o Reino do Sul com as duas tribos de Judá e Benjamim. As dez tribos de Israel foram dispersas para os quatro cantos da Terra e NUNCA retornaram para a Palestina ATÉ O DIA DE HOJE, como está escrito:

Até que o Senhor tirou a Israel de diante da sua presença, como falara pelo ministério de todos os seus servos, os profetas; assim foi Israel expulso da sua terra à Assíria até ao dia de hoje. 2 Reis 17:23

Judá e Benjamim, foram as únicas tribos que ficaram na Palestina até que veio o rei Nabucodonosor e levou a tribo de Judá para o cativeiro com uma parte da tribo de Benjamin, sendo essas as únicas tribos que retornaram para a Palestina nos dias de Neemias e permaneceram até os dias de Jesus, quando finalmente os romanos expulsaram os judeus, restando apenas a pequena tribo de Benjamin que posteriormente miscigenou com as demais nações, até que na grande tribulação Moisés e Elias trará uma Mensagem para tirar dessa tribo os 144 mil para juntar as doze tribos hereditárias.

Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e prantearão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.
Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megido.
E a terra pranteará, cada família à parte: a família da casa de Davi à parte, e suas mulheres à parte; e a família da casa de Natã à parte, e suas mulheres à parte;
A família da casa de Levi à parte, e suas mulheres à parte; a família de Simei à parte, e suas mulheres à parte.
Todas as mais famílias remanescentes, cada família à parte, e suas mulheres à parte
.

Zacarias 12:10-14

Não é apenas 144 mil pessoas, mas os machos de cada tribo, pois assim foi no Êxodo com Moisés

Tomai a soma de toda a congregação dos filhos de Israel, segundo as suas famílias, segundo a casa de seus pais, conforme o número dos nomes de todo o homem, cabeça por cabeça;Números 1:2

No Velho Testamento, somente o cabeça da família era contado, sendo excluído as mulheres e as crianças e da mesma forma, esses 144 mil serão contados somente os cabeças, por isso que cada um chorará a parte, pois são esses que vão formar as tribos que existirão no Milênio ao redor de Jerusalém.

E produzirei descendência a Jacó, e a Judá um herdeiro que possua os meus montes; e os meus eleitos herdarão a terra e os meus servos habitarão ali.
Isaías 65:9

Os eleitos serão transformados ao toque da última trombeta e os servos, são os que passarão pela grande tribulação mas que serão mortais, que são os 144 mil.

Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.
E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto.
Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.
Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do Senhor, e os seus descendentes estarão com eles.
E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.
O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor.

Isaías 65:20-25

Quando Cristo veio há dois mil anos atrás enviou João Batista com voz de trombeta para anunciar a restauração do reino de Israel, não reino político para governar para pessoas corruptas e pervertidas, mas para os filhos de Deus que estavam dispersos entre as nações através da pregação do Evangelho. João Batista foi sem dúvidas o Elias esperado para aquele tempo, pois Jesus mesmo o vindicou como tal e foi a "voz do que clama no deserto" e assim como a trombeta, ele foi enviado para anunciar a chegada do reino de Deus para os filhos de Deus:

E será naquele dia que se tocará uma grande trombeta, e os que andavam perdidos pela terra da Assíria, e os que foram desterrados para a terra do Egito, tornarão a vir, e adorarão ao Senhor no monte santo em Jerusalém. Isaías 27:13

A Mensagem é UM SOM diferenciado, anunciado por um Mensageiro, que faz soar a voz de Deus com a Mensagem do seu dia. A mesma trombeta que anuncia a volta de Jesus é a mesma trombeta que anuncia também a situação que se encontra cada geração.

Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. Isaías 58:1

Conforme já explicado nesse blog sobre o significado de cada som da trombeta no Velho Testamento, toque tem sua particularidade e relevância e como em nosso tempo presente, o som da sétima trombeta está soando através de uma Mensagem que leva a igreja de volta a palavra original - que é a bíblia. Agora, quem é essa trombeta ou o que é essa trombeta?

Essa trombeta de Apocalipse FALA e não apenas soa um toque musical, mas cita palavras compreensíveis e que é conhecida por alguns e por outros não. Que trombeta é essa que foi dada ao sétimo anjo?

Essa trombeta é um profeta!! Um homem comum, como qualquer outro, que não deve ser idolatrado, mas que traz uma Mensagem conforme a característica da sua Era. Um espírito não fala através de seres inanimados e mesmo nas citações bíblicas onde foi encontrado um espirito falando, foi uma visão, não um objeto real pois imagens não possuem espírito. Nos sete tempos, Deus tem enviado SEU ESPÍRITO CONSOLADOR e esse Espírito de Jesus usou homens para pregar o evangelho, separando em particular um homem especialmente para esse serviço, que no caso da primeira Era Paulo foi o Mensageiro. Paulo foi a trombeta usada pelo primeiro Anjo para soar uma Mensagem com a característica da Igreja de Éfeso e assim sucessivamente até chegar ao anjo da sétima igreja.

 

Apocalipse 10.7 ao contrário do que vem sendo ensinado por muitos, não é um tempo efetivo, de um tempo onde um homem está pregando, MAS uma citação de algo do passado nos dias de João há dois mil anos atrás que SOMENTE no futuro seria revelado quando estivesse em cumprimento. Assim como nessa frase que usei, a palavra MAS é uma DESINÊNCIA que aponta para algo futuro. A citação de Apocalipse 10 é uma continuação de Apocalipse 01 e dos selos que se passa nos dias de João, MAS que somente NOS DIAS DA VOZ do sétimo anjo seria revelado ou cumprindo, como foi anunciado pelos profetas. O problema sério de SEMÂNTICA de alguns ou da maioria dos interpretes dessa capítulo se percebe na forma que usam o texto de Apocalipse 10.7 como um tempo e Apocalipse 11.15 como outro tempo, inclusive dizendo que é na grande tribulação. Esse erro grosseiro e até estúpido tem gerado heresias patéticas e contraditórias. As sete cartas são as vozes dos trovões que estavam escritas de forma seladas até que nos dias da voz do sétimo anjo foram reveladas. O que é um livro selado?

Tardai, e maravilhai-vos, folgai, e clamai; bêbados estão, mas não de vinho, andam titubeando, mas não de bebida forte.
Porque o Senhor derramou sobre vós um espírito de profundo sono, e fechou os vossos olhos, vendou os profetas, e os vossos principais videntes.Por isso toda a visão vos é como as palavras de um livro selado que se dá ao que sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele dirá: Não posso, porque está selado.
Ou dá-se o livro ao que não sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele dirá: Não sei ler.
Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído;
Portanto eis que continuarei a fazer uma obra maravilhosa no meio deste povo, uma obra maravilhosa e um assombro; porque a sabedoria dos seus sábios perecerá, e o entendimento dos seus prudentes se esconderá.

Isaías 29:9-14
 
Assim como o homem Jesus é a Palavra de Deus que se fez carne, o Livro Selado com sete selos é o próprio Jesus, ou seja, A palavra de Deus escondida em pele humana. O mundo religioso só viu o homem de carne, mas dentro de Jesus estava o próprio Pai Criador velado. O mundo não conheceu por não ter o Espírito de Deus, mas aos filhos de Deus isso foi revelado. No capítulo 5 de Apocalipse o livro está selado e no capítulo 10 o mesmo livro já está aberto. As cartas, se forem colocadas na ordem cronológica, então ficariam depois de Apocalipse 10 e não no capítulo 02 e 03.

A sétima trombeta, que é a última, é a trombeta citada em Apocalipse 11.15 diz:

E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.
E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus,
Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste.
E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.
E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.

O sétimo anjo, que é o sétimo espírito de Deus, toca sua trombeta, ou seja, traz uma Mensagem através de um profeta e anuncia a SEGUNDA VINDA DE CRISTO. Após o toque da sétima trombeta, então vem o alarido e por último a VOZ DE ARCANJO que chama os mortos e então todos, tanto os vivos como os que foram ressuscitados serão transformados para se encontrar com Jesus, quando então é derramada a SÉTIMA TAÇA das mão do sétimo anjo, o mesmo que tocou a sétima trombeta.

E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito.
E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e houve um grande terremoto, como nunca houve desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto.
E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira.
E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam.
E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande.

A voz dos sete trovões que João ouviu, mas que foi proibido de escrever abertamente, pois teve que selar, ou escrever de forma oculta foi revelada nos dias da voz do sétimo anjo como sendo as sete cartas escrita as sete igrejas, onde cada anjo foi advertido sobre a condição que se encontrava a igreja. Quando os sete trovões soaram, emitiram notas musicais que João não explicou em Apocalipse 10 pois foi dito pelo anjo que escrevesse de forma selada para que NOS DIAS DA VOZ DO SÉTIMO ANJO ou seja, na SÉTIMA ERA da igreja, fosse revelado. Sendo assim, João escreveu as vozes e endereçou a sete igrejas nas sete carne..
 
E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes. Apocalipse 10:3
 
Os trovões literalmente falaram ou soletraram algo, que João ia escrever, mas foi dito para não escrever da forma que ouviu, mas escrever de forma SELADA ou oculta. Os sete trovões falando em sequência forma uma palavra e o som de cada palavra dita pelo anjo em forma de trovão falaram vozes e João escreveu em forma de cartas, pois eram palavras que ainda iam se cumprir.
 
E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas. Apocalipse 10:4
 
Esses trovões são os mesmos que também foram citados por João em Apocalipse 19. O texto diz claramente que os trovões FALARAM, ou seja, que diziam algo compreensível.
 
E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina. Apocalipse 19:6
 
Os trovões são vozes de anjos, que na verdade é a voz de Deus que troveja sua Mensagem ao som de trombeta. Esse som a cada tempo iria ao encontro dos filhos de Deus em todo o mundo, como disse Isaías:
 
Vós, todos os habitantes do mundo, e vós os moradores da terra, quando se arvorar a bandeira nos montes, o vereis; e quando se tocar a trombeta, o ouvireis. Isaías 18:3
 
O som, quando não é conhecido, para os que ouvem é apenas um trovão ou um barulho maior, mas para quem conhece o som trata-se de algo mais:
 
Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou. João 12:29
 
Para a multidão era apenas um trovão, ainda que alguns diziam ser a voz de um anjo, por ser essa a mensagem dos profetas.
 
Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pouco é o que temos ouvido dele! Quem, pois, entenderia o trovão do seu poder? 26:14
 
Esse som do trovão era para levar os cristão a receber a Mensagem certa, ou o som da trombeta, que antes era tocado pelos trombeteiros dentre os sacerdotes e depois passou a ser a voz dos profetas, como citou Amós:
 
Tocar-se-á a trombeta na cidade, e o povo não estremecerá? Sucederá algum mal na cidade, sem que o Senhor o tenha feito?
Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.
Rugiu o leão, quem não temerá? Falou o Senhor DEUS, quem não profetizará?

Amós 3:6-8

Para os incrédulos que insistem em afirmar que A LEI E OS PROFETAS duraram somente até João, como realmente citou Jesus (Lucas 16.16) deveriam continuar lendo as outras passagens bíblicas que revelam que a Nova Aliança também continuaria com profetas profetizando, inclusive em Apocalipse 10, quando o Anjo ordena que João coma do livrinho aberto e profetize outra vez, como está escrito:

Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos.
E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra.
E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel.
E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.
E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis.

Apocalipse 10:7-11

É também verdade que nenhum profeta continuaria a escrever novos livros na Bíblia, senão já estaríamos com milhões de páginas e seria maior ainda a confusão, MAS dizer que não há mais profetas no cristianismo, é no mínimo uma ignorância eclesiástica e uma grosseria herege, pois está escrito:

E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;
Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,
Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.

Efésios 4:11-14

A Palavra de Deus sempre vêm ao profeta. Não que o profeta seja o único a falar a Palavra de Deus, mas os segredos de Deus são revelados através dos profetas (Amós 3.7). Agora, são todos profetas? Não!! Deus usa todos os dons na igreja para edificação e conhecimento da Verdade, como está escrito:

Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.
Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados.
Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo.
Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.
Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;
E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;
E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.
Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.
Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.
Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?
Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo.
E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós.
Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários;
E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra.
Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela;
Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.
De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.
Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.
E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.Porventura são todos apóstolos? são todos profetas? são todos doutores? são todos operadores de milagres?
Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam todos?
Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho mais excelente.

1 Coríntios 12:1-31

Como se pode ver, ou melhor, ler nesse texto, é o MESMO ESPÍRITO SANTO quem opera na Igreja os DONS que são dados a homens para edificação do corpo de Cristo na Terra, que é a Igreja.
O pastor, o profeta, o apóstolo e os demais dons, TODOS sem exceção, são OFÍCIOS de Jesus na Terra, sendo portanto, o PROFETA um ofício que pertence somente a Deus, assim como o Pastor. Pastor é um ofício que pertence somente a Jesus (João 10.11). Não é um título na qual um homem ostenta para enriquecer ou para ser adorado, MAS para que Deus seja glorificado.

Repetindo: Quem é o Pastor da Igreja? Jesus. Isso é o ponto final. Quem é o profeta? Jesus. Só Jesus é pastor, profeta, apóstolo, só Jesus cura, salva, liberta, abençoa, etc.. etc.. Só Jesus e ninguém mais. Nem mesmo o tal de Pai que usam para dividir a divindade em três faz alguma coisa, pois somente JESUS é quem faz todas as coisas como quer e quando quer. Nem Jeová, nem o Espírito Santo ou qualquer outro nome dado entre os homens faz alguma coisa, pois somente JESUS - o Senhor e Cristo - é quem faz todas as coisas e SOZINHO.

Agora, através da SUA CRIAÇÃO é que esse JESUS único e incomparável é que Ele se manifesta, colocando seus títulos no meio dos homens. Quem é Pai? Só Deus é pai, pois ele deixou isso claramente escrito:

E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. Mateus 23:9

MAS, novamente o "mas". Mas esse Deus deu uns homens para CARREGAR ESSE TÍTULO que só a Deus pertence, quando o primeiro FILHO foi gerado. Cada filho que é gerado no mundo, o título de PAI é manifestado. Até o diabo, que não vale nada também é um pai - o pai da mentira - pois Deus criou ele para carregar tudo que não presta. Deus não mente, mas criou o diabo para ser a mentira e tudo ligado a essa perdição.

Assim como Pai, Mãe, Governador, Rei, Príncipe, Pastor, Apóstolo, etc.. são título de Deus que Ele mesmo dá aos homens, assim também é o título de PROFETA. Deus dá a um homem escolhido especialmente para essa finalidade esse título e através desse homem, revela seus segredos, conforme os outros profetas que também já foram usados por Deus falaram.

Então, os sete anjos, que são os sete espíritos de Deus enviados para a Terra, manifestam os dons de Deus. Em sete tempos, Deus tem derramado do seu Espírito sobre a Igreja e assim como na Igreja primitiva dos discípulos, Ele tem separado um homem em especial para falar a Palavra Falada, como Paulo (Atos 13.2)

Tem pessoas que até criticam esse meio na qual Deus usa para falar a Sua Palavra, mas não tem jeito, tem que crer naqueles que são enviados. Claro que antes de crer, primeiro precisa examinar nas escrituras se essas coisas são assim, pois assim como os crentes de Beréia examinavam tudo, os cristãos devem levar para a Bíblia para examinar as profecias, pois muitos e muitos falsos profetas tem se levantado dizendo ser alguma coisa, mas é a Bíblia quem determina o que é certo ou errado.

A dificuldade de muitos em compreender também acerca dos SETE TEMPOS que foi citado pelo profeta William Branham está na falta de uma aceitação melhor da profecia por não examinarem as Escrituras.

O Reino de Israel foi dividido em duas partes após a morte de Salomão. Depois veio a DIÁSPORA onde as DEZ tribos foram dispersas e Judá e uma parte de Benjamim foram levados para o cativeiro, dando início ao TEMPO DOS GENTIOS. Esse tempo se dividiu em QUATRO REINOS amplamente conhecidos pelos religiosos do cristianismo, onde a Babilônia era a cabeça, os Medos-Persas, os gregos e Roma completam a estátua. Os judeus, que são apenas mais uma denominação, até voltaram para a palestina nos tempos dos Medos-Persas e permaneceram ostentando esse título até que Roma também os expulsou das suas terras no ano 70 d.C e assim como as dez tribos, também ficaram sem sua pátria. Benjamin foi a única tribo que ainda permaneceu na palestina, porém, se misturando com os demais gentios, como os muçulmanos, cristianizados e outros, porém mantendo a semente hereditária original. Nabucodonosor após ter seu reino estabelecido se engrandeceu e o juízo veio para que se humilhasse tornando-o em uma besta por sete tempos.

Seja mudado o seu coração, para que não seja mais coração de homem, e lhe seja dado coração de animal; e passem sobre ele sete tempos. Daniel 4:16

Agora vejam e entendam: Nabucodonosor foi feito rei de reis e desse reino se levantaria mais três reinos, até que finalmente a estátua fosse esmiuçada e isso aconteceu com a morte de Cristo na cruz, quando então destruiu o domínio de satanás e o reino de Roma, que é parte da estátua, foi quebrada e esse reino foi repartido para os quatro cantos da terra (Daniel 11.3-4). Roma não foi destruída, mas mudada de reino político para religioso e desde o nascimento do cristianismo que a figura imperial do rei Nabucodonosor passou a ser besta e assim se perpetua até que se cumpra os sete tempos. Assim como no Egito houve sete tempos de fartura e sete tempos de fome, assim também no reino da Babilônia (que é composto dos demais três reinos) também houve sete tempos de fartura e agora são sete tempos de fome e miséria, onde os quatro cavaleiros destroem tudo que está pela frente.

Esse tempo que o reino de Roma é dividido em quatro partes, de onde também sai os quatro cavaleiros - branco, vermelho, preto e amarelo - é quando se inicia os sete tempos para a besta que emergiu da terra e também o tempo da igreja, ou seja, as sete eras da igreja. Ao mesmo tempo que a besta reina enganando os hereges e profanos, também Deus envia um Mensageiro com uma Mensagem para cada uma das sete gerações, como foram escritas nas sete cartas enviadas as sete igrejas.

Enquanto o anticristo vem enganando os hereges e profanos, os cristãos que antes eram chamados de Israel, estão sendo selados através da Mensagem do seu dia. Assim como as coisas do mundo não interessa aos cristãos, assim também as coisas referentes ao reino de Deus não interessa ao perdidos. A Mensagem de um profeta verdadeiro é um sinal para os filhos de Israel que estão dispersos ainda nos quatro cantos da Terra. A Mensagem é o toque da trombeta e os que recebem esse profeta na qualidade de profeta é selado para o mundo e passa a aguardar somente a Segunda Vinda de Cristo. Não é adorar o profeta como fazem os idólatras e mariólatras que só mudam a máscara religiosa, mas crer nos ensinamentos e viver uma vida compatível com o Evangelho.

Nenhum comentário: